Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2013

Pelo Drama! Não! Pelo Espectador!

Imagem
Hoje li um artigo que achei polêmico, mas traz uma verdade, sim, o extremo experimentalismo, hermético, incomunicável, no mal sentido!!!!!, vazio de conteúdo, torna-se vazio também na forma, citando Peter Szondi, que cita Hegel... Eu tenho preguiça, muita... Existem várias formas de dramas e nem tudo é pastiche novelesco enlatado...Eu gosto de boas histórias, de jogos narrativos e de uma desconstrução que sabe o que é ser inteiro para ser desconstruído, como dizem os pós-modernos como Lyotard... O problema não são três horas de peça ou o uso da tecnologia, mas o pedantismo das linguagens que não sabem se sustentar. O "ostrascismo dos teatros vazios" me soa como uma polêmica, que patina sob nossos tetos de vidros: todo mundo culpa alguma coisa e os artistas cheios de ego dizem que são "artistas"... (blah...que novidade!) e que não precisam ser compreendidos... Me poupe! Sabemos que a comunicação na arte é de outra ordem, sim: pela percepção e experiência e batatinha…